Alguns interrogantes sobre postura em aula e lay-out das salas

BySegundo Villanueva

Alguns interrogantes sobre postura em aula e lay-out das salas

Existem muitos desafios pela frente, um deles consiste em determinar o formato de aula.
Qual o papel do professor em relação aos alunos, ele vai continuar estabelecendo uma posição unidirecional em relação ao conteúdo informativo ou a grupo como tal, quem vai ser o gerador das informações que levemente vão transitar no coração da aula… o grupo como uma nova entidade, o professor, a internet, as informações que sobrevoam constantemente e de maneira gratuita à incrível distância de um botão de celular…

Se for assim, qual vai ser o lay-out da sala, se concordamos com que a informação já não se estabelece de maneira tão extremista como era antes, como devem ser as mesas, as cadeiras, onde deixar a tevê, qual a importância da postura, de ficar em pé, por exemplo, quem deveria ficar em pé, o professor, fugindo dia após dia do papel tradicional do professor como era entendido até há pouco… ou o aluno, ou os alunos…

Um mesa, cadeiras universitárias, por que não sentar no chão, se a comunicação é infinita e principalmente o que habita no ar é ruído, por que não derrubar todos os muros das salas, fazer com que o B2 transite pelo A1, que as risadas do A2 sejam como uma enchente sonora para os de B1… por que não…

Gostaria de saber qual a sua opinião, pode deixar aqui seu comentário como gestor de pessoas e de conhecimento, queremos construir uma nova realidade, uma coisa está clara, tudo vai mudar, é uma questão de tempo…

About the author

Segundo Villanueva administrator

1 Comment so far

Luisma MaestroPosted on7:21 pm - jan 8, 2019

Es verdad que el formato de la clase ha cambiado y si no lo ha hecho todavía lo tendría que hacer. Muchas veces, lo ha hecho, debido a los cambios en la mídia y en la influencia de la internet y las redes sociales.
Ahora bien, siempre tenemos que preguntarnos por el papel y la orientación del profesor o tutor en este nuevo panorama. Cuál tiene que ser nuestro papel y postura en clase y fuera de ella y nuestra formación contínua.
También tendremos que tener en cuenta las motivaciones del alumno.
Gracias por la atención!

Deixe uma resposta para Luisma Maestro Cancelar resposta


CAPTCHA Image
Reload Image

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.