Tag Archive Experiências em aula

BySegundo Villanueva

El Grupo y su dimensión en las Clases de Español

Existen dos actitudes por parte del alumno dentro de clase,  una la de procurar sus intereses individuales, otra, sin olvidar la primera, resumida en esforzarse por construir un ethos mayor, colectivo.  Consecuentemente también dos gestiones del profesor.

Resaltar desde el inicio la necesidad de constituir, elaborar y construir a lo largo del curso una identidad superior llamada Grupo es algo necesario y vital.

Esta personalidad superior implica varios desafíos

  • respeto a la diferencia
  • solidaridad humana
  • colaboración pedagógica
  • espíritu de equipo
  • responsabilidad colectiva (al faltar a clase, el grupo como entidad se resiente)
  • objetivos comunes (e individuales también)
  • cesión, negociación y búsqueda de los intereses individuales en este nuevo ethos también, pero no exigencia de su primacía

¿Los profesores exhibimos esta premisa, la explicamos, la negociamos o aclaramos al principio del curso?

¿Los gestores contextualizan las clases de idiomas in company convenientemente, suscitan actitudes positivas que inclusive despierten reacciones favorables para un mayor entroncamiento dentro de la empresa?

El Encaje es la predisposición del alumno hacia el conocimiento, nuestro trabajo se lastra en su ausencia, los gestores de empresa y los de las academias de lengua debemos estar muy proclives para modificar influencias naturales que se manifiestan dentro de la empresa para obtener los mejores resultados.

 

BySegundo Villanueva

Actitudes diarias para mejorar tu español

Hay algunas actitudes diarias que pueden ayudarte a mejorar tu español, no cuestan nada, solo es necesario estar un poco atentos y tener un poquito de disciplina, además, como son muy diferentes, no las vas a encontrar aburridas ni mucho menos.  Estas 6 están al alcance de cualquier profesional.

Son estas a continuación

1. A la hora de informarte, hazlo en tu periódico favorito, pero también con uno en español. Intenta que sea de prestigio internacional, los hay, y muchos.

2. En tu trabajo, habla con tus colegas nativos en español, va a aproximarte de ellos y generar más confianza.

Al principio será un poquito difícil, luego te irás acostumbrando.

3. Escribe los mails siempre en español, utiliza recursos online, no hay problema.

Ni se te ocurra utilizar otro idioma que no sea este para hacer una conference con tus colegas de habla hispana.

4. Clases, habla, participa, exprésate, sin vergüenza, sé creativo, socialízate, disfruta de tus compañeros, respeta tu profesor, fíjate en sus indicaciones.

Continúa leyendo aquí 

 

BySegundo Villanueva

8 conselhos para uma excelente aula de espanhol via skype em grupo

Uma aula blended é aquela na qual encontram-se alunos numa sala com outros virtuais através da tela da tevê desde outros lugares através da plataforma skype.

Isto é muito vantajoso, pois faz com que as fronteiras temporais e geográficas se quebrem definitivamente.

Vivimos num mundo imediato, onde os paradigmas de aprendizado estão sendo construidos diariamente a uma velocidade brutal.

As aulas blended integram, socializam, incluem, são convenientes e facilitam a vida dos profissionais.

Algumos conselhos para os alunos que permanecem físicamente na sala de aula.

  1. Incorpore o seu colega virtual de maneira natural, o aluno virtual é um aluno real, quer aprender e se comunicar com o resto da sala como você.
  2. Cumprimente-o no início, pergunte como está, se tem alguma novidade na cidade onde ele mora, preocupe-se por ele, de fato, você tem mais poder para gerar um canal comunicativo do que ele pelo fato de dominar o ambiente de aula, ele precisa de um pouco mais da sua atenção.
  3. Tente a comunicação de maneira parecida a como é feita numa conversa skype o via voip com quasquer dos seus amigos ou familiares, ou inclusive num call profissional.
  4. Provavelmente existirá um pequeno delay tanto na escuta por parte do aluno virtual como na recepção, é uma questão de encaixe, com o tempo, isto será imperceptível.
  5. O aluno virtual forma parte da sala de aula, quer aprender, mas físicamente está em outro lugar, a inclusividade é fundamental para conseguir o sucesso que todos estamos buscando.
  6. Escutar é importantíssimo na sociedade atual, numa aula de espanhol também, crie esse hábito de ceder a palavra e escutar ao próximo de maneira elegante.  O processo comunicativo pode ser realizado de múltiples maneiras, de um jeito espontâneo, mais formal, lúdico, respetuoso.
  7. Pense que um dia você pode formar parte de una blended do outro lado da tevê.
  8. Experimente ficar em casa e proponha suas experiências, veja como uma aula de espanhol pode ser realizada com estratégias diferentes e todas elas válidas.

As Aulas Blended da España Aquí proporcionam a conveniência que todo profissional moderno requer e forma parte do programa Inclusivo Español Brasil que iniciamos em 2018.

BySegundo Villanueva

Alinhamento

Nós, da España Aquí sempre perguntamos ao aluno nas provas de nível qual é o seu perfil.  Existem dois tipos de alunos: o gramatical e o comunicativo.  Anteriormente já falamos como é importante que você que iniciará um curso de espanhol conheça a escola onde você vai se matricular.  Para nós, é importantíssimo também saber como você é.

Dependendo do seu perfil, o professor vai orientar a aula segundo às suas necessidades, ou às necessidades do grupo.  Nunca um grupo é homogêneo.  Mas sim que é possível chegar a um denominador em comum.  Cabe á escola achar esse ponto para que o produto que está já determinado possa ser adaptado à realidade.  Fazer isto bem no início do curso e orientar ao professor convenientemente fará com que o curso seja muito mais produtivo e todos os elementos da aula estejam bem alinhados.

Segundo Villanueva, desde São Paulo

 

BySegundo Villanueva

O uso do dicionário nas aulas de ELE

Muitos alunos consideram que usar o dicionário em aula é antigo. E também alguns professores. É necessário saber que nesse processo de consulta acontecem estratégias de pesquisa, razonamentos dedutivos e investigativos que fazem com que o aluno delimite as diferentes conotações contextuais das palavras, fazendo relações e consolidando finalmente de maneira muito apurada o entorno significativo da língua.  Dificilmente o professor vai conseguir descobrir os mecanismos lógicos que acontecem no momento da aprendizagem melhor do que o próprio aluno.  Algumas estratégias básicas são comuns a todos eles, mas existem outras, que nós, como professores, raramente as percebemos.

Não é necessário acrescentar como o processo de aprendizagem é minucioso e lento.

Esse processo de aprendizagem, o investigativo, mais um entorno adicional além das aulas, não aporta outra coisa do que benefícios para o aluno, para o professor e para o próprio processo.

Alguns me escrevem, com certo ar de derrota dizendo que tiveram que recorrer ao dicionário quando na verdade é uma atitude natural, necessária e muito produtiva.

Eu lhes deixo um trabalho de Ana María Rodríguez Gil sobre o assunto que ilustra a tese defendida.

Muito obrigado e sempre, à disposição.