A Gamificação nas Aulas de Espanhol

porSegundo Villanueva

A Gamificação nas Aulas de Espanhol

Queremos que as nossas aulas sejam as melhores, entusiasmar ao aluno, que volte.  Dispomos de bons materiais, infra, mas muitas vezes não é suficiente.

Seguir à risca um currículo acadêmico sem emoção pode levar ao aluno ao desestímulo, a não querer voltar mais na aula, quando começa a faltar, a tendência é que o faça com mais frequência e que comece a procurar escusas, por exemplo, o trabalho, o mais frequente.

Por que existem professores que têm normalmente um índice de retenção maior e outros sofrem mais. Existem motivos, não é casualidade, é necessário procurar as causas.  A principal delas é a falta de elementos de emoção em aula.

Sabemos que apesar dos fatos, muitas pessoas não mudam de opinião, inclusive têm mais difícil que os próprios formadores da mesma, o ser humano é orientado por emoções, por estética, influxos paternais ou sociais ou outros sentimentos.

Um professor que permanece sentado seguindo ao pé da letra o livro, se ele não for muito experto nos diálogos, levará o grupo ao abismo.  A taxa de retenção e as ausências são índices muito significativos de que existe um problema.  Estes dois fatores devem nos indicar que estamos fazendo algo de errado dentro de aula.

Um dos elementos emocionais mais atuais e importantes é a gamificação, que não é outra coisa que introduzir elementos competitivos dentro de aula para aumentar o compromisso do aluno com o processo de aprendizado.

Alguns consideram que a competitividade não é boa nos processos cognitivos, eu acho que sim, sempre que levada de uma maneira mais lúcida que repressiva.  Perceba-se que os nossos alunos são na sua maioria adultos, não caberia nenhum tipo de punição, pois os nossos cursos, além do mais, são livres, mas seria inocente pensar que o mundo não é uma carreira por ser o melhor, mas sim, uma simulação com prêmios, onde as salvas de palmas, reconhecimentos, metas e prêmios são saudáveis e atuais.

Estas são algumas das vantagens da gamificação, um dos elementos que introduz emoção dentro de aula.

  1. Diversão e descontração, num público submetido à metas das quais depende grande parte do seu futuro e da sua família.
  2. Maior compromisso com as aulas, ao ser um cenário de provas da capacidade individual, do universo competitivo, mas a diferença do trabalho, não deixa de ser um jogo.
  3. Incremento da capacidade de aprendizado pela introdução dos elementos emocionais próprios do jogo.
  4. Desinibição, uma das travas que o aluno tem que vencer no processo de aprendizado, junto com a vergonha.

Em resumo, no Vamos Inicial A1 sempre aparece uma atividade comunicativa de gamificação no final de cada unidade, concluindo uma série de tarefas de caráter coletivo, que é outra das estratégias que introduzem emoção na aula.

Não podemos esquecer que tão importante como os materiais didáticos, a nossa formação e experiência, a dotação da escola e a nossa organização são importantíssimas, funcionar como uma equipe, intra e extra aula nos levará inevitavelmente ao sucesso.

Em otros níveis podemos copiar algumas das mesmas,

  1. Perguntas e Respostas
  2. Cadeias de Palavras
  3. Representações e Juízos
  4. Passa a Palavra
  5. Outras

Um abraço,

 

Sobre o Autor

Segundo Villanueva administrator

2 Comentários até agora

AdrielePostado em4:46 pm - fev 10, 2018

Amei de mais !
Agora sei que devo esturar mais kkk tou precisando

Deixe uma resposta

*